Mudanças são sempre difíceis! Não importa se é uma nova cidade, uma nova rotina, um novo emprego, um novo desafio ou, simplesmente, uma nova forma de encarar a vida. Confesso que já tentei mudar muitas vezes, mas nem sempre consegui. Às vezes, é muito difícil fugir de hábitos antigos, arraigados em nosso cotidiano.

O tema é tão importante que deu origem a vários livros, como O Poder do Hábito, de Charles Duhigg. Mas surge uma pergunta: por que sempre estamos em busca de mudança? Confesso que não tenho uma resposta definitiva para isso, mas acredito que a insatisfação com uma dada situação seja o principal gatilho.

Um hábito que sempre quis melhorar é a leitura, que normalmente se resume a livros e artigos técnicos. Raramente leio algo fora dessa linha. Pensando nisso, estou me propondo o desafio de ler pelo menos um livro não-técnico por mês. Sei que é pouco, mas já é uma grande mudança, especialmente com a rotina de trabalho e estudo que tenho atualmente. O primeiro livro escolhido é:

guia-mochileiro

Tenho a “trilogia de cinco” há algum tempo, mas nunca parei para ler. Vamos ver se agora eu me empenho mais nisso. Para terminar, segue uma resenha do Seiiti Arata sobre o livro citado no início do post.